Notícias

Sintex avalia ações tributárias em nome das empresas associadas

A reunião de Diretoria do Sintex desta terça-feira (11), contou com a apresentação de oportunidades para as indústrias na área tributária. Roberto Bento Nejar, do escritório de Unikowski Advogados, parceiro do Sintex,  prestou esclarecimentos sobre as Ações Tributárias a serem propostas pelo Sintex em nome das empresas associadas, conforme Termo de Adesão.

De acordo com o especialista, estimativas apontam que a cada R$ 1 milhão em faturamento, a empresas têm em média R$ 1 milhão em créditos tributários.

Neste primeiro momento, as ações discutidas serão movidas pelo Sintex em nome das empresas associadas, podendo ser estendidas a demais indústrias da base territorial do Sindicato.

Foram abordadas questões, como exclusão do ICMS da base de cálculo da CLSS - Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, e a cobrança indevida de Cofins sobre importação, por exemplo.

"A carga tributária brasileira é pesadíssima e quem não for buscar o que tem direito estará perdendo, principalmente, com essa reforma que está sendo prevista", destacou o presidente do Sintex, José Altino Comper.

Maurício Unikowski, sócio do escritório que leva seu sobrenome, fez uma breve explanação sobre os principais pontos anunciados para a Reforma Tributária, que prevê medidas como a exclusão do Pis/Cofins e criação de um novo tributo com alíquota única de 12%, a CBS, Contribuição sobre Bens e Serviços.

 


Compartilhe:

<< Voltar