Notícias

Círculo S.A. entre as 500 Maiores do Sul do Brasil

Ranking anual é elaborado pelo Grupo Amanhã com organizações de diversos setores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná

A maior fabricante de fios para trabalhos manuais do Brasil, Círculo S.A., está na lista do tradicional anuário 500 Maiores do Sul, pesquisa elaborada pelo Grupo AMANHÃ com o apoio da PwC, maior auditoria do mundo. Considerado o maior e mais completo ranking regional de empresas do país, terá uma publicação especial dedicada às corporações que se destacam no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

A pesquisa apresenta o indicador exclusivo, o Valor Pondera de Grandeza (VPG), que avalia a saúde financeira da empresa a partir de três indicadores financeiros e não somente em função da renda. A Círculo S.A. ocupa a 307ª posição no ranking da 26ª edição das “500 Maiores do Sul”, com um VPG de mais de R$ 146 milhões, receita líquida de R$ 194,433 milhões e lucro de R$ 1,976 milhões.

Círculo S.A.

Parcerias com grandes grifes e estilistas, diversos projetos que incentivam o handmade e pessoas apaixonadas por artesanato fazem da Círculo S.A. a maior fábrica de fios para artes manuais do Brasil. A empresa, que deu os primeiros passos em 1938, hoje exporta para 27 países e vislumbra o crescimento de 10% acima da inflação para este ano.

Consolidada no mercado nacional, a Círculo S.A. conquista cada vez mais adeptos do artesanato em todo o país e no exterior. Todos os inúmeros produtos da marca, fabricados de acordo com as últimas tendências do setor, evidenciam a inovação e a modernidade através de cores e texturas diferenciadas em cada lançamento. Com o crescimento deste segmento, a empresa passou a oferecer também acessórios, sempre em busca de atender as expectativas e as necessidades de seus consumidores. O resultado é que a organização hoje é referência entre os principais fornecedores de fios em moda e decoração.

(Com informações da Revista Portuária

Ranking anual é elaborado pelo Grupo Amanhã com organizações de diversos setores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná

 



Compartilhe:

<< Voltar