Notícias

Alternativa de produção mais limpa e econômica é apresentada para empresas associadas ao Sintex

O projeto “Enzimas como catalizadores na indústria têxtil”, do professor Dr. Antônio Augusto Ulson de Souza, da Universidade Federal de Santa Catarina, foi apresentado para as empresas associadas ao Sintex, durante a reunião da Comissão Ambiental, no dia 11 de novembro, no Senai, em Blumenau. Considerado uma alternativa mais limpa e econômica, o objetivo do projeto é a produção de um caldo enzimático - desenvolvido a partir de resíduos agroindustriais - para ser utilizado em diferentes etapas do processamento têxtil.

Para a fabricação deste caldo enzimático, poderão ser aplicados restos da produção de soja e da cana-de-açúcar, entre outros. A tecnologia enzimática poderá ser aplicada em processos têxteis como a desengomagem, tingimento e acabamento. “É uma opção de produção mais limpa, pois reaproveita resíduos e, consequentemente, reduz custos para as empresas”, destaca o assessor de Relacionamento com Associados, Paulo Vinicio Heinzen.

O próximo passo da Comissão Ambiental é apresentar o estudo para a diretoria do Sintex e das empresas associadas, visando viabilizar parcerias entre a UFSC, o Senai e as indústrias para que o projeto seja colocado em prática. “A proposta é produzir o caldo enzimático sob medida para cada indústria, com a consultoria do professor Souza e parceria do Senai e Sintex”, explica Heinzen.

 



Compartilhe:

<< Voltar