Indústria em abril é ‘grão de sal’ em viés ainda negativo, diz Guide

 O aumento de 0,3% na produção industrial em abril sobre março veio acima do esperado pela Guide Investimentos, de estabilidade no período. Além disso, a difusão da alta foi significativa, observa a casa. Cerca de 77% dos segmentos aumentaram sua atividade em abril, ante apenas 35% no mês anterior. 

Esses dados mostram como foi forte o impacto do desastre de Brumadinho sobre a produção total. A indústria extrativa caiu 9,7% em abril sobre março, enquanto a de transformação cresceu significativo 1,2% no período. A despeito desse bom desempenho na parte principal do setor, a indústria caminha numa tendência de baixa, avalia a casa. 

“A produção total ainda segue uma tendência de queda e a difusão relativamente benigna em abril não significa que há uma inflexão de tendência logo à frente. Apenas deixa claro que o resultado principal precisa ser lido com um grão de sal”, escrevem João Maurício Lemos Rosa, economista-chefe, e Homero Guizzo, economista, da Guide. 

Apesar de ter vindo melhor que o esperado pela Guide, a produção industrial de abril ficou abaixo da mediana das projeções, de alta de 0,7%.

Veículo: Valor Econômico

Seção: Empresas