Burberry vai fechar 10% de seu portfólio de lojas

A Burberry informou que vai fechar 38 lojas em todo o mundo como parte de um novo plano de transformação liderado pelo CEO da companhia, Marco Gobbetti, para se concentrar no luxo. A lista de fechamentos inclui cinco lojas no Brasil e na Espanha.

Isso significa que 10% do portfólio de lojas da marca britânica será impactado com a nova estratégia, que visa transformar suas lojas próprias em destinos de luxo completos para compradores abastados. Ainda não está claro quais lojas serão fechadas, mas Burberry informou ao jornal britânico The Guardian que cinco pontos de venda já foram fechados no Brasil e na Espanha.

As ações da Burberry caíram 5% na quinta-feira (16), depois que a empresa divulgou seu último relatório de resultados financeiros. Enquanto as vendas para o ano fiscal encerrado em 30 de março permaneceram estáveis ​​em 2,7 bilhões de libras, o lucro operacional caiu 6% para 438 milhões de libras, e o relatório não ajudou a tranquilizar os investidores preocupados com a desaceleração chinesa.

Como parte da reviravolta prometida há muito tempo pela companhia, Marco Gobbetti contratou o estilista italiano Riccardo Tisci para ajudar a injetar energia na marca de 163 anos. Suas primeiras coleções, lançadas no final de fevereiro, foram bem recebidas pelos clientes, mas a extensão de sua influência só será totalmente revelada no novo exercício financeiro.

No início deste mês, a Burberry vendeu um grande terreno em Leeds, onde planejava construir uma fábrica britânica de 50 milhões de libras. O projeto foi liderado pelo ex-diretor de criação da marca, Christopher Bailey, que deixou o cargo em 2017 em meio a preocupações dos investidores com a queda nas vendas da China e do Oriente Médio.

Veículo: Fashion Network

Seção: Notícias