Ibope: Bolsonaro alcança 31%; Haddad permanece com 21%

O Ibope divulgou uma nova pesquisa de intenção de voto com os candidatos que disputam a corrida para a Presidência da República, na noite desta segunda-feira (1º de outubro). Segundo a nova amostragem, Jair Bolsonaro (PSL) cresceu de 27% para 31%, mantendo-se na liderança isolado. Ele é seguido por Fernando Haddad (PT), que se manteve com 21%, mesma porcentagem alcançada em levantamento divulgado pelo instituto na quarta-feira passada (26 de agosto). 

Ciro Gomes (PDT), com 11%, aparece em terceiro lugar e, Geraldo Alckmin (PSDB), com 8% das intenções de voto se manteve em quarto lugar. Marina Silva (Rede) caiu de 6% para 4%. João Amoêdo (Novo) anotou 3% das intenções de voto. 

Outros nomes somam 5%. Votos em branco ou nulos são 12%, e 5% não responderam.

Rejeição

O Ibope também mensurou a rejeição de cada candidato e Jair Bolsonaro se manteve como o mais rejeitado desta eleição, com 44% dos eleitores respondendo que não votariam nele de forma alguma. Já a rejeição a Haddad aumentou de 27% para 38%, considerando o levantamento feito na última quarta. Em terceiro, neste quesito, aparece Marina, com 25%. Alckmin anotou 19% e, Ciro, 18%.

Segundo turno

Num eventual segundo turno, somente Ciro venceria Bolsonaro por 45% a 39%. Com Alckmin, os dois ficariam empatados tecnicamente, apesar de uma vantegem numérica para o tucano: 42% a 39%. Já, com Haddad, o presidenciável do PSL empataria em 42%. O militar só venceria Marina no segundo turno por 43% a 38%.  

A pesquisa, encomendada pela TV Globo e "O Estado de S.Paulo", foi realizada entre o sábado (29) e o domingo (30) com 3.010 eleitores em 208 municípios e foi registrada no TSE sob o código BR-08650/2018. A amostragem apresenta margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança de 95%. 

Veículo:Valor Econômico

Seção: Política