Decisão do STF sobre Lula repercute na imprensa internacional

Veículo: Valor Econômico 

Seção: Política 

SÃO PAULO - A imprensa internacional repercutiu nesta quinta-feira a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que negou por 6 votos contra 5 o habeas corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para impedir sua prisão antecipada no processo do apartamento tríplex do Guarujá (SP). 

Os jornais argentinos Clarín e La Nación ressaltaram que a decisão, alcançada após uma longa sessão do Supremo, deixa mais perto da prisão o ex-presidente. 

A rede britânica BBC abordou que Lula deve cumprir pena enquanto apela contra a decisão da Justiça enquanto o também britânico Financial Times (FT) nota que Lula mais perto de ser preso deve dividir o país antes das eleições de outubro.

O francês Le Monde nota que a condenação à prisão de Lula, "uma figura muito carismática", fragiliza a ala da esquerda no Brasil. Já o espanhol El País nota que o Brasil é o lugar do imprevisível e que Lula está mais perto de ir para a prisão, com grandes consequências políticas.