Redução do prazo de pagamento ao lojista volta à pauta do BC

Veículos: Estadão  

Seção: Economia 

A redução do prazo de pagamento ao lojista por parte das credenciadoras de cartão voltou à pauta do Banco Central. Foi um dos temas da reunião feita na semana passada com o setor de cartões para debater a diminuição do custo dos varejistas que aceitam os plásticos como meio de pagamento e, de quebra, estimular o seu uso no Brasil.

Troca. A proposta do setor de cartões é fazer uma transição paulatina do crédito parcelado sem juros – em que os varejistas recebem a partir de 30 dias e conforme a quantidade de vezes escolhida pelo cliente – para uma linha de crédito contratada diretamente nas “maquininhas”. Nessa modalidade, chamada de crediário, o prazo de pagamento ao lojista ocorre em menos de cinco dias. Uma canetada do BC poderia ser prejudicial para empresas que credenciam lojistas para o recebimento de transações com cartões e que se valem das operações de antecipações de recebíveis – quando o lojista adianta o recebimento de compras parceladas em troca de um prêmio.