Para Meirelles, Previdência deve ser votada até início de novembro

Veiculo: Valor Econômico.

Seção: Brasil.

A reforma da Previdência deve ser votada entre o fim de outubro e o começo de novembro, disse o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante a palestra "Reform to recovery: next for the Brazilian economy?" (Reforma para a recuperação: Qual o caminho para a economia brasileira?), realizada na London School of Economics. 

"Analistas questionam se a votação vai acontecer de fato. Como vocês sabem, há uma acusação contra o presidente, que vai ser votada antes da reforma da Previdência, como é natural", disse Meirelles. 

O ministro reafirmou que a reforma é uma necessidade. "Caso não fosse feita agora, isso teria que ser feito pelo governo que vem como a primeira coisa. Então, já começaríamos o governo com uma discussão de uma reforma. Essa reforma já foi muito discutida e apresentada ao Congresso há quase um ano. Essa legislatura já teve oportunidade de discutir à vontade. Já estamos bem preparados para discutir e votar." 

"É algo de fato muito importante para o Brasil ter uma área fiscal bem equilibrada e que o Brasil tenha juros cada vez menores. A inflação e os juros estão caindo e isso é bom para a população, e um dos motivos para essa queda é a expectativa das reformas", disse o ministro. 

Meirelles disse que já esteve reunido com as bancadas "de todos os partidos, com exceção da oposição". Segundo ele, foram "reuniões longas, reuniões de várias horas, e a estratégia é dizer a verdade e quais são as consequências de não fazer".