Salário extra

Veículo: Jornal de Santa Catarina 

Seção: Coluna Pedro Machado  

Salário extra

A Dudalina vai pagar um salário extra aos cerca de 430 funcionários que trabalhavam em Benedito Novo e Presidente Getúlio, no Vale. É uma maneira de compensar o fechamento das unidades nestas cidades, anunciado no início deste mês. As informações são dos sindicatos que representam a categoria têxtil.

As duas fábricas foram desativadas antes do dia 20 de julho, como estava previsto inicialmente. Em Benedito Novo, onde as operações terminaram no dia 14, todas as rescisões já foram feitas. Em Presidente Getúlio, que fechou no dia 17, elas começam hoje e devem ser finalizadas até quinta-feira. Um acordo com a Caixa Econômica Federal permitirá que os trabalhadores saquem o fundo de garantia.

Mão de obra

Tudo indica que os funcionários que foram demitidos com o fechamento das fábricas da Dudalina não vão ficar muito tempo sem emprego. Ou pelo menos boa parte deles. O sindicato dos trabalhadores têxteis de Rodeio, base de Presidente Getúlio, já recebeu contatos de outras empresas interessadas em absorver a mão de obra remanescente.