Notícias

Bordado se reinventa e é a aposta da estação

A moda da customização chegou para ficar. Depois do patches, que dão um tom divertido para as peças tanto na moda quanto na decoração, os bordados chegam para dar mais um toque exclusivo. São versáteis e passeiam por diferentes estilos, do contemporâneo ao retrô, com mensagens divertidas e sugestivas, e também de empoderamento.

Cada vez mais se observa o movimento slow fashion, uma valorização do trabalho artesanal, com design único. O ponto a ponto do feito à mão apresenta uma técnica mais demorada, mas que conquista adeptos que buscam exclusividade e reconhecem o diferencial de uma produção que dedica tempo, atenção e amor de quem faz.

No outro lado, está um crescimento do interesse de pessoas, jovens principalmente, que buscam na atividade manual um algo a mais para si, seja um escape para o estresse ou para obter satisfação individual. A Círculo S.A., empresa catarinense que está há quase 80 anos no mercado e é referência no desenvolvimento de fios e acessórios para trabalhos manuais, apoia diferentes grupos e artesãos que encontraram no bordado um hobby, uma oportunidade de negócio e também uma forma de expressão. “Somos parceiros de grupos como O Clube do Bordado, um coletivo formado por seis sócias-bordadeiras que busca fomentar a cultura do bordado entre atuantes e simpatizantes do feito a mão. Com um estilo contemporâneo, as bordadeiras abordam diversas temáticas, muitas com mensagens e ilustrações positivas e empoderadoras”, revela, Osni de Oliveira Junior, gerente de Marketing da Círculo S.A.

            O bordado pode ser uma herança de gerações, mas tem ganhado muita força na internet, onde muitas pessoas aprenderam os primeiros passos da técnica e compartilham o que sabem e seus trabalhos. “Para começar a bordar é preciso apenas ter muito amor pelo artesanal, pois o grau de dificuldade é mínimo. Depois dos primeiros pontos a paixão toma conta e você vai querer cada vez mais aprender novos pontos e se aventurar pelo mundo colorido e cativante do bordado. É necessário adquirir alguns materiais para praticar a técnica com segurança e bom desempenho”, explica a consultora de estilo da Círculo S.A., Simone Scottini.

De acordo com a especialista, para iniciar no universo do bordado o ideal é escolher uma paleta de cores de fios, que não precisam ser todos da mesma espessura, quanto mais variado melhor para criar texturas diferentes.  “Pelo menos um tom de cada das cores principais. Uma boa opção como curinga são os fios multicoloridos, que dão um efeito degrade perfeito, deixando o bordado mais bonito e real”, revela. Também é necessária uma boa agulha, tesoura, tecidos das mais diversas composições, (linho, cânhamo,  algodão) e claro os desenhos para se inspirar. “Selecione referências de livros, paisagens, revistas ou onde sua imaginação for. Uma boa dica para as bordadeiras de plantão é: pratique a observação, quanto mais detalhes você perceber da imagem ou item que vai bordar mais perfeito e próximo da realidade seu trabalho ira ficar”, completa Simone.

            Na moda, os bordados garantem um charme especial e podem deixar o look mais sofisticado ou seguindo ainda o estilo boho chic. Com linhas coloridas e apliques como pedras e canutilhos, deixam a produção delicada e bem feminina, dando um up em roupas básicas. Na decoração, é super indicado para harmonizar com ambientes, seja em quadros, almofadas, toalhas. O bastidor, que serve como moldura, permite diversas possibilidades para se criar e bordar. Pode remeter à memória afetiva, criando um cantinho especial e aconchegante no ambiente. Ou pode trazer desenhos mais modernos, combinados com outros materiais como aquarela, fazendo referência à cultura pop, por exemplo. “O bordado, assim como outras técnicas artesanais, como o tricô e crochê, ultrapassou gerações e se reinventou, mas ainda carrega a essência do amor, dedicação, paixão e uma história contada em cada trabalho executado e finalizado”, comenta a consultora de estilo da Círculo S.A.

 



Compartilhe:

<< Voltar