OMC prevê menor avanço para o comércio mundial desde 2009

Veículo: Valor Economico 

Seção: Internacional 

OMC prevê menor avanço para o comércio mundial desde 2009 O comércio mundial cresce neste ano em ritmo pior do que as previsões mais pessimistas feitas até agora. A Organização Mundial do Comércio (OMC) divulgou hoje que as exportações e importações vão crescer apenas 1,7% em 2016, bem abaixo da projeção de 2,8% publicada em abril. Trata­se da menor expansão do comércio e da produção mundial desde a crise financeira global de 2009. 

A OMC atribui esse fiasco à contração do Produto Interno Bruto (PIB) e das trocas externas em países emergentes, como China e Brasil. Além disso, a América do Norte, que tinha registrado o maior aumento de importações em 2014­15, agora desacelerou as compras externas. O comércio internacional afundou no primeiro trimestre, com contração de 1,1%. No segundo trimestre, alguns indicadores melhoraram, incluindo o de encomendas e o referente à utilização de contêineres nos portos, mas a OMC constata que, como um todo, as trocas globais continuam fracas. 

Como o Valor publicou na semana passada, o crescimento do comércio mundial, que chegou a ser três vezes superior ao ritmo de expansão da economia global, agora tem uma relação abaixo de 1:1, refletindo problemas estruturais e conjunturais nas trocas internacionais. A projeção da OMC para 2017 também foi revisada para baixo, para algo entre 1,8% e 3,1%, comparada a 3,6% em abril, refletindo a dimensão das incertezas atuais.