Notícias

Vestuário está entre os 8% dos gastos de varejo da terceira idade

Estudo realizado pela Officina Sophia Retail, em parceria com o Centro de Inteligência Padrão (CIP), para conhecer a relação da terceira idade com o varejo e identificar necessidades não atendidas mostra que o público sênior é um dos que mais cresce no Brasil. Atualmente são 25 milhões de pessoas e deve chegar a 37 milhões até 2026. No quesito consumo, a pesquisa afirma que 8% dos gastos são destinados ao vestuário, lazer e bem-estar.

No âmbito da relação com o varejo, a terceira idade gosta de pesquisar, sendo que 70% entram em várias lojas até encontrar o que procuram. Entre as mulheres, esse percentual chega a 79%.

Todos os perfis identificados pela pesquisa têm queixas semelhantes quanto aos fatores que deixam a desejar no ponto de venda. Os assuntos mais recorrentes entre as reclamações são a falta de atendentes treinados para dar explicações sobre produtos e de etiquetas dos preços com letras maiores, além de ar-condicionado com temperaturas mais agradáveis.

O estudo foi elaborado em abril de 2016, com 300 entrevistas online, em parceria com o painel eCGlobal, abrangendo homens e mulheres, acima dos 60 anos, pertencentes às classes A, B e C (Critério Brasil).

Fonte:  Abit 



Compartilhe:

<< Voltar