Renner plagia desenho de publicitária em nova roupa

Veículo: Exame

Seção: Notícias

São Paulo - Depois da C&A se envolver recentemente em acusação de plágio com uma estampa de roupa, é a vez da concorrente Renner.

A publicitária e ilustradora Júlia Lima, que mantém o siteA Dona da Bolsinha, mostrou que um desenho que ela fez da artista Frida Kahlo, criado e postado em 2011, foi reproduzido de forma integral como estampa de um novo pijama da loja.

Júlia postou fotos que mostram como seu desenho é idêntico. Ela diz que a Renner não a procurou ou pagou direitos autorais.

Nas lojas, a peça custa RS$ 59,90.

Pior: essa foi a segunda vez que a Renner usou desenho sem autorização de Júlia Lima.

Antes, tinham plagiado seu desenho "Nazinha", como ela contou em seu Facebook.

Júlia irá entrar na Justiça contra a marca por conta do plágio.

"Chega! Temos que dar um basta! Reproduzir a obra de um artista sem a sua autorização é ilegal. Não, não pode, e isso tem que acabar", escreveu.

Resposta da Renner

A marca disse que já retirou a roupa das lojas e emitiu nota oficial:

"A Lojas Renner informa que está apurando internamente o ocorrido e que já retirou o produto de todas as lojas", escreveu.