Notícias

Semana da Indústria foi realizada em Blumenau

Durante toda a semana, ocorreu em Blumenau a Semana da Indústria para o Vale do Itajaí, em comemoração aos 65 anos da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc).  A abertura ocorreu no Senai com a palestra do vice-presidente da Fiesc para o Vale do Itajaí, Ronaldo Baumgarten Junior com o tema: FIESC 65 anos - A Força da Indústria Catarinense. O evento contou ainda com presença de autoridades municipais, empresários, classe empresarial e a comunidade. O presidente do Sintex, Ulrich Kuhn, e o diretor-executivo, Renato Valim, também acompanharam a programação.

Foram realizadas palestras com temas voltados a indústria, como inovação, saúde do trabalhador, produção, confecção do futuro, estágio, além de um desfile. As atividades ocorreram nas unidades do Senai em Blumenau e Indaial. 

Para Baumgarten, o evento é essencial para mostrar aos empresários e trabalhadores das 8.775 indústrias da região o que a FIESC faz pela indústria e oferece como suporte. “O PIB do Vale do Itajaí é de R$ 22 bilhões. A FIESC reconhece a importância da nossa região e por isso está ao nosso lado por meio de diversas ações”, afirma.

O vice-presidente destaca ainda que os municípios da região somam 538.537 habitantes, sendo 123.307 trabalhadores da indústria. “Todos eles tem benefícios por meio das nossas casas, que são o IEL, o SESI e o SENAI”, aponta Baumgarten.

O prefeito Napoleão Bernardes, que participou do evento, destacou a união dos esforços entre governo e iniciativa privada que resulta em números positivos. “Sabemos que a classe industrial e empresarial é uma das alavancas do município. É muito bom poder contar com as ações da FIESC na nossa região”, afirmou.

Fiesc

A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) foi criada em 1950 e também é integrada pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e pelo Centro das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Ciesc). Atuando com sinergia, as entidades da Fiesc estão voltadas à promoção de um ambiente favorável aos negócios, à qualidade de vida e educação do industriário e ao estímulo à inovação.

Mantida e administrada pelo setor industrial com os mesmos parâmetros das melhores empresas privadas, a FIESC e as entidades que a compõem são um dos alicerces da competitividade industrial catarinense. A entidade é composta por mais de 50 mil empresas, nas quais trabalham mais 800 mil pessoas, é responsável por um terço da riqueza gerada em solo catarinense. A entidade congrega 141 sindicatos de indústria.

Principais desafios da FIESC 2022

Contribuir com a elevação dos índices da produção industrial, das exportações industriais e de empresas internacionalizadas;

Contribuir com a elevação da posição de Santa Catarina no ranking dos estados brasileiros do índice de atratividade de investimento;

Contribuir com a elevação do percentual de trabalhadores da indústria com escolaridade básica completa;

Contribuir com a elevação do índice de produtividade industrial e da posição de Santa Catarina no ranking de inovação;

Contribuir com a elevação do IQV dos trabalhadores da indústria e com a redução do FAP.



Compartilhe:

<< Voltar