Ritmo de vendas da pluma de algodão em Mato Grosso diminui

 

Veículo: Textile Industry

Seção: Economia

 

A comercialização da pluma do algodão avançou pouco mais de 2% no mês de novembro. De acordo com dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), 23,5 mil toneladas foram negociadas em Mato Grosso. Com isso, o volume total negociado no estado alcança 80% do total de 995 mil toneladas produzidas da safra 2013/14 da cultura, no fechamento de novembro.

Para o Instituto, a procura pela pluma nas tecelagens existe, porém a baixa liquidez é explicada pela recuo da oferta pelos produtores, que têm a expectativa de conseguirem melhores preços em janeiro e fevereiro. "Esse quadro facilmente elevaria os preços, porém, isso não ocorre devido aos preços baixos no mercado externo, impedindo valorização real dos preços internos”, afirmam os analistas do Imea.

No último mês, as negociações foram mínimas e ainda faltam ser vendidas 199 mil toneladas da safra 2013/14. E com o fim do vazio sanitário do algodão, no último dia 30, a safra 2014/15 está próxima do início da semeadura no estado.

Segundo informações do boletim semanal do Imea, a alta do dólar e a cotação do contrato futuro de dezembro de 2015, valorizou a paridade para o mesmo período em 12,1% e a pluma terminou a semana cotada a R$ 53,01 a arroba.

No boletim divulgado nesta semana pelo Imea, o valor médio praticado nas regiões do estado permaneceu com cotação estável e a arroba da pluma fechou cotada a R$ 49,66. No mesmo período do ano passado, o produto era vendido a R$ 64,93 a arroba.