Notícias

Têxteis lutam por regime tributário diferenciado em Brasília

O presidente do Sintex – Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário, Ulrich Kuhn, esteve em Brasília, nesta terça-feira (06), com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Mauro Borges. A visita ocorreu em companhia de representantes da Abit – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção. “Fizemos uma revisão dos pleitos da indústria têxtil nacional, nos temas relativos à competitividade, com ênfase especial para a criação de um regime tributário diferenciado”, ressalta Kuhn. A comitiva também destacou a importância da participação do MDIC nas discussões relativas à agenda da indústria junto ao Ministério do Trabalho.

O setor têxtil e de confecção é um dos maiores empregadores do Brasil. Contudo, os encargos, os juros altos, o câmbio desfavorável, a pesada carga tributária, alto custo da energia, infraestrutura e logística cara e deficitária, dentre outros itens do “custo Brasil” prejudicam a competitividade da produção nacional. A proposta da Abit é a criação de um Regime Tributário mais competitivo, diferenciado para o segmento da Confecção.



Compartilhe:

<< Voltar