Notícias

Texfair Home mais internacional

Veículo: Jornal de Santa Catarina

Seção: Economia

Edição que começa hoje traz menos marcas, porém, 10 vezes mais expositores de fora do país

A 3ª Texfair Home - feira internacional de produtos têxteis para o lar e decoração -, que começa hoje no Parque Vila Germânica, tem duas situações opostas neste ano: embora a feira tenha diminuído em relação à quantidade de marcas e espaço, a participação de expositores internacionais aumentou.

Nesta edição, somente dois dos três setores da vila serão ocupados, e o número de marcas baixou de 350 para 300, em comparação ao ano passado. Já no quesito mercado exterior, a feira está cada vez mais na mira de expositores de outros países. Segundo o site oficial da feira, no total, são 41 expositores - ou seja, estandes - internacionais para 76 nacionais. No ano passado, eles eram somente quatro.

A edição deste ano recebe pela primeira vez fabricantes de Portugal, Turquia, Índia e China. Vários consulados, como os de Espanha, Alemanha, Suíça, Portugal e Itália, também confirmaram o apoio ao evento.

A participação de expositores internacionais se refere a produtos complementares às linhas nacionais, como cortinas, blecautes, acessórios para cortinados, tecidos de decoração com acabamentos especiais, couro sintético e tapetes, entre outros artigos. A entrada de expositores estrangeiros na feira é controlada por cláusulas contratuais específicas, que definem que tipos de produtos podem ser comercializados durante o evento. Por desse critério, fabricantes internacionais dos segmentos de cama, mesa e banho não são admitidos. Tudo isso para proteger e manter a competitividade da indústria brasileira.

Segundo Renato Valim, diretor executivo do Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau (Sintex), promotor do evento, a expectativa com os visitantes internacionais é positiva:

- Um grupo de italianos pediu para que os levássemos para visitar uma fábrica de cristal na cidade. A vinda deles vai além da exposição. É uma maneira de divulgarmos o que temos de melhor para o mundo.

Para o professor de Tecnologia em Comércio Exterior da Furb, Germano Gehrke, a presença de participantes internacionais também é vista com bons olhos:

- Há cerca de 20 anos, o mercado vem se transformando. A vinda desses expositores traz novas tecnologias e produtos.

A expectativa de público para esta edição é de 12 mil visitantes. A visitação é destinada somente a pessoas ligadas ao setor e segue até sexta-feira.

tatiana.santos@santa.com.br
TATIANA SANTOS

 

JANDYR NASCIMENTO


 



Compartilhe:

<< Voltar