Commodities Agrícolas 20.02.2013

Veículo: Valor Econômico
Seção: Empresas

Chineses de volta O algodão subiu ontem pela terceira sessão consecutiva na bolsa de Nova York. Os contratos com vencimento em maio fecharam com um ganho de 94 pontos, a 84,13 centavos de dólar por libra-peso. Chris Kramedjian, consultor da FCStone, disse à Dow Jones Newswires que a volta dos chineses ao mercado, com o fim do feriado de Ano Novo Lunar no país, contribuiu para que os preços da fibra subissem. A China é o maior consumidor mundial de algodão. Kramedjian acrescentou que o impulso às cotações da commodity veio também de compras técnicas nos contratos de maio, que não apresentam níveis de resistência para novas altas. No oeste da Bahia, a arroba da pluma foi negociada a R$ 58,76, segundo a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba).