Impulso chinês

Veículo: Valor Econômico

Seção: Commodities Agrícolas

O algodão registrou ganhos ontem em Nova York, embalado por notícias de que leilões de venda na China não teriam tido sucesso. Os contratos para março fecharam em alta de 48 pontos, a 76,84 centavos de dólar por libra-peso. Uma escassez de algodão no mercado chinês levou o governo a ofertar parte de suas reservas, mas a baixa qualidade e os altos preços afastaram os compradores. O esvaziamento dos leilões faz aumentar as especulações de que as indústrias têxteis chinesas terão de continuar a pagar mais para importar algodão de boa qualidade do mercado internacional, o que deve dar suporte aos preços da commodity. No oeste da Bahia, a arroba da pluma foi negociada ontem a R$ 49,93, de acordo com a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba).

 


Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2971246/commodities-agricolas#ixzz2IFpRt3ld