Notícias

Diretor do Sintex alerta para consequências do projeto de redução da jornada durante reunião em Brasília

Diretor do Sintex alerta para consequências do projeto de redução da jornada durante reunião em BrasíliaEm Reunião do Fórum Parlamentar Catarinense no Congresso Nacional, em Brasília, o diretor-executivo do Sintex, Renato Valim, destacou as graves consequências que o projeto de redução de jornada de trabalho de 44 horas para 40 horas semanais pode trazer para a cadeia produtiva nacional.


Durante o evento, que ocorreu no dia 5 de dezembro, com a presença deputados, senadores e cerca de cem empresários de Santa Catarina, na Câmara de Deputados, Valim solicitou atenção especial para as penalizações que o projeto impõe, principalmente, quando se discute a importância do aumento da competitividade brasileira.

A massiva presença dos industriais surpreendeu os parlamentares que participaram do evento, realizado após a participação dos empresários no Encontro Nacional da Indústria, que encerrou no dia 6 de dezembro. O coordenador do Fórum, deputado Décio Lima, definiu o encontro como histórico e ressaltou a importância de estreitar a parceria e a sinergia com o setor produtivo.

No encontro, o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina, Glauco José Côrte pediu o apoio dos parlamentares a alguns projetos, como o que concede autonomia aos municípios para definir áreas de proteção permanente em área urbana, o projeto que permite às empresas deduzir do Imposto de Renda os gastos com a qualificação de empregados e o que extingue a contribuição adicional de 10% sobre o FGTS. Também manifestou apoio ao projeto do senador Paulo Bauer, desonerando medicamentos.

Os empresários de diversas regiões catarinenses levantaram também outras questões que precisam ser acompanhadas pelos representantes do Estado em Brasília, como as BR 470, 101, 280, 282 e 285, o contorno de Florianópolis, as ferrovias, o seguro desemprego, o apoio à reciclagem e inserção dos jovens no mercado de trabalho.

Com informações da Fiesc.

Foto: Reprodução

Veículo: Site Sala de Notícias (Blumenau/SC).



Compartilhe:

<< Voltar