Notícias

Bolívia eleva imposto de importação para impulsionar indústria têxtil


LA PAZ - O governo do presidente Evo Morales elevou de 35% para 40% a taxa para importação de produtos têxteis, em uma tentativa de salvar o setor em dificuldades na Bolívia. A nova taxa, que entra em vigor dia 16, atinge todo tipo de confecções importadas de lã, algodão, fibras naturais e sintéticas.

O presidente da Confederação de Empresários Privados, Daniel Sánchez, mostrou ceticismo com a medida. O aumento da taxa reduz a importação legal, mas “impulsionará o contrabando, porque a maioria das confecções ingressa de maneira ilegal: é roupa usada ou de origem chinesa”. Segundo ele, a economia informal abarca 70% do setor no país.

Vários estudos apontam que a economia informal boliviana gera mais empregos que a formal e por isso as autoridades mostram-se mais tolerantes.

A Bolívia importou US$ 8,7 milhões em têxteis da China em 2010 e US$ 17 milhões no ano passado, segundo o Instituto Nacional de Estatística.

(Associated Press)
 



Compartilhe:

<< Voltar