Moody's rebaixa oito bancos alemães e três austríacos

Veículo: Site Revista Exame
Seção: Mercados
Página:

Sede da Moody's em Nova York

A Moody's também rebaixou as notas dos três maiores bancos austríacos.

Berlim - A agência de classificação de riscos Moody's reduziu nesta quarta-feira para "A3" a nota do Commerzbank, fazendo o mesmo como outros sete bancos alemães.

A agência tomou essa decisão devido aos riscos que provêm dos países envolvidos na crise da dívida e dos bancos desses países.

Os bancos alemães, segundo a Moody's, não podem manter-se completamente à margem desses riscos e têm capacidade limitada para compensar as perdas.

Foram reduzidas em um nível as avaliações do DZ Bank, do DekaBank e do Deutschen Hypothekenbank, assim como as dos 'landesbank' (bancos centrais dos estados federados) de Baden-Württemberg, Hessen-Thuringia e NordLB.

O mesmo aconteceu com a filial alemã do banco italiano Unicredit. Segundo a agência, a revisão da qualificação do Deutsche Bank está em andamento.

A Moody's também rebaixou as notas dos três maiores bancos austríacos. A avaliação de longo prazo do Erste Group Bank AG foi reduzida em dois degraus, enquanto as do UniCredit Bank Austria (UBA) e do Raiffeisen Bank International (RBI) caíram um nível. Além disso, as três entidades foram postas com perspectiva negativa.