Faturamento da indústria de bens de capital cai 5,8% em abril

Veículo: Valor Econômico
Seção: Empresas
Página:

SÃO PAULO - O faturamento bruto mensal da indústria de máquinas e equipamentos caiu 5,8% em abril, ante igual mês de 2011, ficando em R$ 6,13 bilhões. Em relação a março, a queda foi de 16,1%. No acumulado do ano, o índice continua positivo, em alta de 1,6% na comparação com o mesmo período do ano passado, graças aos melhores resultados observados nos três primeiros meses do ano. As informações são da Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos).

Ainda na comparação do primeiro quadrimestre de 2012 com igual período de 2011, o segmento que teve maior recuo em faturamento foi máquinas para plástico, com queda de 68,5%. Em seguida, com pior desempenho, vem máquinas têxteis, cujo faturamento caiu 24,6%. Na mesma base comparativa, aparecem com evolução positiva válvulas, alta de 19,4%, e máquinas agrícolas, com avanço de 18,7%.

No mês de abril, a indústria de bens de capital apresentou a terceira variação negativa no quadro de pessoal, uma queda de 0,24% em relação a março, com 259.141 trabalhadores. Em relação a abril de 2011, a redução nos postos de trabalho foi de 0,5%. A média mensal do nível de utilização da capacidade instalada do setor atingiu 77%, no quarto recuo consecutivo e queda de 6,1% em relação a abril de 2011.

O déficit da balança comercial da indústria de equipamentos registrou alta de 6,8% no acumulado do ano, frente ao primeiro quadrimestre de 2011, atingindo US$ 5,9 bilhões. O consumo aparente teve alta na mesma comparação, de 7,6%, mas caiu 6,15% em relação a março.