Notícias

Vestuário será beneficiado com projeto de Arranjo Produtivo Local

Em parceria com o Sintex - Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário, as indústrias de vestuário do Vale do Itajaí serão contempladas com um Arranjo Produtivo Local. A novidade foi apresentada nesta quarta (28), na sede do Sindicato.

O programa destinará R$ 34 milhões para os 46 polos industriais de Santa Catarina, com o objetivo de promover melhorias nas micro e pequenas empresas do Estado, em questões como inovação, competitividade e sustentabilidade. A intenção é gerar ganhos de qualidade, produtividade e a inserção dessas empresas em pelo menos um novo mercado. Além do vestuário, outros polos da região serão beneficiados: software, alimentos, metal mecânico e construção civil.

No indicador de inovação, o projeto trabalhará na redução de custos decorrentes de melhoria de processos das empresas participantes do projeto. Para a competitividade, o foco será o aumento da receita. Em sustentabilidade, o indicador-chave será o aumento da produtividade das empresas participantes.

Podem participar empresas com faturamento de até R$ 2,4 milhões por ano. As interessadas passarão por um processo de seleção e, se aprovadas, deverão participar de todas as etapas do projeto, que terá três anos de duração. Na base territorial do Sintex, que inclui 18 municípios, serão escolhidas cerca de 60 indústrias de vestuário. Um dos pré-requisitos é que elas produzam marcas próprias e não private labels. Interessadas em participar do projeto podem entrar em contato com o Sintex, a partir do dia 7 de outubro, com Paulo Vinicio Heinzen, pelo telefone (47) 3326-9662.



Compartilhe:

<< Voltar