Inflação na China arrefece para 6,2% em agosto

Veículo: Brasil Econômico
Seção:
Página:

Os pre�§os dos alimentos na China avan�§aram 13,4% em agosto, sendo que, em julho, essa alta havia sido de 14,8%

Inflação em 12 meses passa de 6,5% em julho para 6,2% em agosto, com menor alta dos alimentos.

Em alta desde o início do ano, a inflação chinesa arrefeceu em agosto, e o índice de preços ao consumidor avançou 6,2% frente ao mesmo mês do ano anterior. Em julho, a taxa era de 6,5%, na mesma base de comparação.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (9/9) pelo National Bureau of Statistics (NBS), agência oficial de estatísticas da China. De acordo com a entidade, os preços dos alimentos na China avançaram 13,4% - em julho, essa alta havia sido de 14,8%.

Desde o final do ano passado, o governo chinês vem elevando os juros e o compulsório, para tentar conter a inflação. A última elevação foi em julho, quando o governo aumentou a taxa de juros em 0,25 ponto percentual, para 6,56% ao ano. A inflação, que em dezembro do ano passado era de 4,6%, chegou a marcar 6,5% em julho, o maior valor desde junho de 2008. 

Outro indicador divulgado nesta sexta-feira, o índice de preços ao produtor, que mede a inflação no atacado, avançou 7,3% em agosto, frente ao mesmo mês do ano passado. O índice também mostra desaceleração: em julho a alta havia sido de 7,5%.