Fluxo cambial ganha força nos dois primeiros dias deste mês

Veículo: DCI
Seção:
Página:

O fluxo de dólares para o País ganhou força nos dois primeiros dias de setembro e fechou positivo no período em US$ 5,271 bilhões. Segundo dados divulgados ontem pelo Banco Central (BC), em apenas dois dias deste mês o fluxo financeiro registrou um saldo positivo de US$ 3,321 bilhões, resultado de compras de US$ 5,436 bilhões e vendas de US$ 2,115 bilhões. Já o fluxo comercial nos dois primeiros dias de setembro está positivo em US$ 1,951 bilhão. Isso é resultado de exportações totais de US$ 3,135 bilhões e importações de US$ 1,185 bilhão. - O BC divulgou ainda o resultado fechado de agosto do fluxo cambial, que ficou positivo em US$ 4,155 bilhões, a refletir o fluxo financeiro negativo de US$ 2,512 bilhões e o fluxo comercial positivo de US$ 6,667 bilhões. O fluxo nos dois primeiros dias de setembro já é maior que o total de agosto.

No acumulado do ano até 2 de setembro, o Brasil registra um fluxo recorde positivo de US$ 65,085 bilhões. No mesmo período do ano passado, o fluxo estava positivo em apenas US$ 3,112 bilhões.

A compra de dólares realizada diariamente pelo BC aumentou o patamar das reservas internacionais em US$ 4,477 bilhões em agosto. Este valor diz respeito apenas às operações realizadas no mercado spot (à vista).

Além disso, agosto teve incremento de US$ 403 milhões às reservas por uma operação de compra de dólar a termo, liquidada em 2 de agosto.

Também nos dois primeiros dias úteis do mês, a compra de dólares no mercado à vista adicionou US$ 73 milhões às reservas internacionais.