EUA vivem safra da irregularidade neste ano

Veículo: Folha de São Paulo
Seção:
Página:

Os Estados Unidos vivem a safra da irregularidade neste ano. E isso vai custar caro aos produtores devido à quebra na produtividade. A avaliação é de Daniele Siqueira, analista da Agência Rural.
Siqueira esteve no Meio-Oeste norte-americano na semana passada analisando as condições de safra na região. A produtividade do milho, que não foi boa no ano passado (160 sacas por hectare), poderá cair para 155 sacas neste ano.
A de soja, que atingiu 48,8 sacas, deverá ter redução de pelo menos duas sacas neste ano. A quebra pode ser maior se não chover nas próximas semanas.
A safra dos Estados Unidos teve tudo para dar errado desde o início. O período de plantio foi de chuva e de temperaturas baixas, com o consequente atraso em vários Estados -Ohio é o que registra o maior atraso.
Para Siqueira, há muito milho no Estado ainda em polinização, quando já deveria estar na fase de maturação. Se o início do plantio foi de baixa temperatura, julho e este mês registraram calor excessivo, o que dificultou o desenvolvimento das lavouras.
Ainda nesse rol de desastres climáticos, o atraso no plantio leva as lavouras para um período em que não são descartadas geadas, o que poderia ser um novo golpe na produtividade.
Na avaliação de Siqueira, a má distribuição de chuvas nas lavouras faz com que a produtividade tenha grande disparidade de uma lavoura para outra.
Essa irregularidade faz com que parte das lavouras de soja ainda esteja na fase de enchimento dos grãos, quando deveria estar em maturação. Falta chuva e a oleaginosa ainda poderá ter quebra maior, dependendo do clima do próximo mês, avalia Siqueira.

Milho de verão A Secretaria de Agricultura do Paraná deverá anunciar na próxima semana que a área de plantio de milho de verão deve retomar parte do espaço perdido para a soja.

Perdas Nos últimos dois anos, o milho perdeu 14% de área, principalmente para a soja. O cenário favorável de preços para o milho fez com que mais produtores optassem pelo cereal. O plantio já foi iniciado em algumas regiões do Estado.

Preços Um dos motivos dessa sustentação de preços do milho foi a quebra de produção na safrinha, provocada por geadas. A produtividade média recuou para 3.700 quilos por hectare no Estado nos 75% de área já colhida.

Soja A área com a leguminosa deverá ter pequeno recuo no Paraná nesta safra que se inicia. O plantio começa a partir de meados de setembro, quando acaba o vazio sanitário -período estipulado para inibir o avanço da ferrugem asiática.

Efeito preço Nos Estados Unidos, a tendência também é de alta de preços para os grãos, segundo a consultoria Céleres. Esses preços refletem a indefinição da produtividade da safra norte-americana.

Estoques Além da indefinição da produtividade, o quadro de escassez serve de combustível para os preços, segundo a consultoria.

DE OLHO NO PREÇO COTAÇÕES

Nova York

Açúcar
(cent. de US$)* 29,89
Algodão
(cent. de US$)* 104,77

*por libra-peso

Mercado Interno

Trigo
(R$ por saca) 27,49
Arroz
(R$ por saca) 24,15