Para produtor, semente dita avanço na soj

Veículo: Folha de São Paulo
Seção: Mercado
Página:


No início dos anos 1990, a produção média de soja era de 1,7 tonelada por hectare. Neste ano, ficou em 3.
Para saber quais os desafios do produtor para manter esse salto de produção nos próximos anos, a consultoria Kleffmann foi a campo verificar as preocupações dos sojicultores.
Dois itens se destacam: sementes e solos. Os produtores acreditam que a evolução das sementes e o melhor aproveitamento dos solos, inclusive com adequada aplicação de adubos e fertilizantes, serão essenciais para a continuidade dessa evolução.
Avaliando o desempenho de 70 produtores espalhados pelo país, a Kleffmann apurou que 34% deles produziam na faixa de 41 a 50 sacas por hectare na safra 2008/9. Em 2010/11, esse percentual era de apenas 19%.
Na outra ponta, a pesquisa mostrou que 21% dos produtores já têm produtividade entre 61 e 70 sacas por hectare, percentual pouco expressivo na safra 2008/9.
Entre os principais motivos desse aumento, os produtores indicam a maior utilização da biotecnologia e da agricultura de precisão.
Maurício Russomanno, vice-presidente da unidade agrícola da Basf, que encomendou a pesquisa à Kleffmann, diz que os dois itens de maior peso no bolso do produtor são os manejos de solo e de pragas. Por isso, tudo o que é inovação, e que diminua custos, é importante para o aumento de renda.
Lars Schobinger, presidente da Kleffmann, afirma que a migração para a transgenia ocorreu devido à oferta de novas variedades, com melhor tecnologia.
Além disso, a agricultura de precisão permitiu ao produtor uma utilização melhor do adubo, antes feita por uma taxa média por hectare.
Houve também uma conscientização maior do produtor no uso dos defensivos, que passaram a ser mais eficientes. Além disso, a utilização passou a ser menor, afirma Schobinger.

Sem susto As commodities agrícolas tiveram pouca alteração ontem nos mercados externos. Uma das exceções foi o suco de laranja, que continua com forte queda.

Quanto caiu O primeiro contrato de suco recuou para US$ 1,59 por libra-peso, com queda de 5,6%. Nos últimos sete pregões, o recuo acumulado chega a 20%.

Recorde O volume de laranja processada pela Cutrale de maio a julho foi 29% superior ao do mesmo período das últimas cinco safras. A evolução se deve à expectativa de crescimento da disponibilidade de laranja, à antecipação da moagem e aos recordes de processamento nas últimas semanas.

Investimentos A Cutrale chegou a esse volume, também, devido à reabertura da fábrica de Taquaritinga (6 milhões de caixas por ano) e à ampliação da capacidade de esmagamento de outras duas fábricas, segundo Carlos Viacava, diretor corporativo da empresa.

Para a Bahia Em 1988, a produtividade de algodão era de 180 arrobas por hectare na Bahia. Neste ano, fica em 260 arrobas. A Embrapa agora lança dois novos cultivares. Um é de ciclo médio. O outro se destaca pela qualidade da fibra.

Pecuária Credores do Mataboi querem pagamento de R$ 100 mil a todos os pecuaristas após a homologação do plano pela assembleia de credores.


DE OLHO NO PREÇO
COTAÇÕES


Chicago
Soja

(U$S por bushel) 13,00
Milho
(U$S por bushel) 6,78

Mercado Interno
Frango

(R$ por quilo) 2,10
Boi Gordo
(R$ por arroba) 99,50