Algodão puxa safra recorde de grãos no país

Veículo: Folha de São Paulo
Seção: Mercado
Página:


Algodão puxa safra recorde de grãos no país

A cada mês que passa, as novas estimativas indicam que o país terá uma safra de grãos como poucas até agora. Para um crescimento de apenas 3,8% na área plantada, o volume produzido deverá subir 8,2%. Previsões de ontem da Conab indicam que o país obterá cerca de 161,5 milhões de toneladas.
Os dados do IBGE, também de ontem, apontam para um cenário semelhante, com a produção estimada em 161,2 milhões de toneladas em 2010/11. A anterior havia ficado em 149,3 milhões.
A boa evolução da safra começou com o avanço das principais culturas do país. Soja, milho e arroz, que representam 90% do total produzido, tiveram alta de 3,1% na área conjunta, mas aumento de 6,7% no volume.
O grande destaque do ano foi o algodão. Bons preços nos mercados externo e interno, os maiores em 140 anos, puxaram a área de plantio, que cresceu 66% neste ano em relação ao anterior. O resultado foi uma safra 74% maior.
A Conab prevê produções de 2,1 milhões de toneladas de algodão em pluma e de 3,2 milhões de algodão em caroço. O IBGE tem dados semelhantes aos da Conab.
Entre as três principais culturas do país, o arroz foi o que obteve a maior evolução da produção: mais 18% no ano. Soja veio a seguir, com alta de 9,2%, enquanto a colheita de milho deverá avançar apenas 1,3% em volume.
Os dados da Conab indicam que o país obteve produção recorde de 75 milhões de toneladas de soja. Já a de milho sobe de 56 milhões para apenas 56,7 milhões.
O fraco desempenho do milho foi porque os produtores apostaram mais na safrinha, reduzindo a área de plantio no verão.
A safra de trigo deverá atingir 5,4 milhões de toneladas, segundo o IBGE, volume que registra recuo de 11% em relação à produção de 2010.

O que conta A produção de grãos do Brasil começa a se consolidar em regiões que antes eram apenas promessa. A produtividade da safra 2010/11 do Nordeste supera em 21% a de 2009/10. A do Norte cresce 8%.

Estável O Centro-Oeste, que já obteve boa evolução nos últimos anos, mantém alta de 0,9%. A produtividade cresce 6,1% no Sul, mas cai 0,4% no Sudeste. Os dados são da Conab.

Combustíveis A Raízen, empresa resultante da união Cosan-Shell, investiu R$ 20 milhões em um terminal de distribuição de combustíveis em Alto Taquari (MT). Localizado na fronteira de MT, GO e MS, o terminal pode armazenar 11 milhões de litros.

Escoamento O terminal, que será inaugurado hoje, pode movimentar 1 milhão de litros por dia e terá integração rodoviária e ferroviária para facilitar a logística de escoamento de combustíveis e biocombustíveis para o Centro-Oeste.

Feijão A área com feijão cresce 7,1% na safra 2010/11, e a produção sobe para 3,8 milhões de toneladas, 14% mais do que no ano passado. Os dados se referem às três safras acompanhadas pela Conab.

Recuperação A soja voltou a superar US$ 14 por bushel ontem na Bolsa de Chicago, com alta de 0,54%. O milho, que liderou as altas na Bolsa, subiu 3,7%.

OLHO NO PREÇO
COTAÇÕES


Mercado Interno

FRANGO
(Reais por quilo) 1,55
SUÍNO
(Reais por arroba) 39,80

Nova York

CAFÉ
(cent.de US$)* 263,85
ALGODÃO
(cent.de US$)* 145,05

* por libra-peso