Algodão: quedas externas não impedem novas altas no Brasil

Veículo: indústria textil
Seção:
Página:

Algodão: quedas externas não impedem novas altas no Brasil


A comercialização de algodão continua lenta no mercado brasileiro, conforme pesquisas do Cepea. Na semana passada, houve influência das fortes quedas no mercado externo. As instabilidades política e econômica no Oriente Médio e Norte da África tornam agentes apreensivos quanto aos impactos nas transações internacionais.

Mesmo assim, no Brasil, as cotações registraram ligeiras altas, devido, principalmente, à postura firme de produtores, segundo pesquisadores do Cepea. Entre 22 de fevereiro e 1º de março, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento 8 dias subiu 0,35%, fechando a terça-feira a R$ 3,9877/lp. No mês, o Indicador subiu 11,25%.