Algodão caro pressiona o custo da roupa

Veículo: Diário Catarinense
Seção: INFORME ECONÔMICO
Página:

  • Algodão caro pressiona o custo da roupa

    A baixa oferta de algodão no mundo fez os preços da commoditie dispararem, inclusive no Brasil, onde o quilo do produto, há 12 meses, custava R$ 2,5 e, agora, sai por quase R$ 7. Isso vem forçando o setor a aumentar os preços finais das confecções em até 40%, afirma o presidente do Sindicato das Indústrias Têxteis de Blumenau (Sintex), Ulrich Kuhn, também diretor da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit).

    – Hoje, temos o preço de matéria-prima mais alto da história, dos últimos 140 anos. As safras caíram nos últimos três anos e os estoques de proteção recuaram. Somou-se a isso a especulação, com a suspensão das exportações pela Índia e compra de estoques pela China e os preços atingiram níveis críticos – diz Kuhn.

    Segundo ele, nos próximos dois anos, os preços do algodão deverão ficar em novo patamar, até 50% acima da média de um ano atrás.

    Como a lei da oferta e procura funciona, Brasil, Índia, Rússia, China e Estados Unidos aumentam rapidamente a área plantada.