Notícias

Taxa de desemprego cai para 5,3% em dezembro, diz IBGE

Veículo: Estadão
Seção: Economia e Negócios
Página:

Taxa de desemprego cai para 5,3% em dezembro, diz IBGE

Resultado do último mês de 2010 é o menor da série histórica; em novembro, taxa era de 5,7%

27 de janeiro de 2011 | 9h 11

Alessandra Saraiva - Agência Estado

RIO - A taxa de desemprego apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nas seis principais regiões metropolitanas do País ficou em 5,3% em dezembro de 2010, ante 5,7% em novembro do ano passado, segundo informou nesta quinta-feira, 27, a instituição, em sua Pesquisa Mensal de Emprego (PME). Em dezembro de 2009, a taxa de desemprego foi de 6,8%.


O resultado do último mês de 2010 é o menor da série histórica. O resultado de dezembro ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas, que projetavam taxa entre 4,80% a 5,60%. A mediana das previsões estava em 5,00%.



O rendimento médio real (descontada a inflação) dos trabalhadores registrou variação positiva de 0,7% em dezembro de 2010 ante novembro do ano passado. Houve alta de 5,9% na comparação com dezembro de 2009.

Taxa média anual

A taxa de desemprego média anual de 2010 ficou em 6,7%, ante uma taxa de 8,1% no ano de 2009, informou o IBGE. A taxa é a menor da nova série da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), iniciada em 2002 e cujos dados anuais começaram a ser apresentados em 2003.

Ainda segundo o instituto, o rendimento médio real dos trabalhadores em 2010 foi de R$ 1.490,61, com aumento de 3,8% ante 2009. Somente em dezembro de 2010, o rendimento médio real da população ocupada foi de R$ 1.515,10.

Massa salarial

A massa de renda média real habitual dos ocupados somou R$ 34,5 bilhões em dezembro, com queda de 0,5% ante novembro, mas aumento de 9,4% em relação a dezembro de 2009.

Já a massa de renda média real efetiva dos ocupados chegou a R$ 35,9 bilhões em novembro do ano passado, com alta de 3,7% ante outubro e aumento de 7,1% na comparação com novembro de 2009. O rendimento médio real efetivo sempre se refere ao mês anterior ao da pesquisa mensal de emprego.

Regiões metropolitanas

A população ocupada nas seis principais regiões metropolitanas do País foi de 22,5 milhões de pessoas em dezembro do ano passado, e não variou ante novembro de 2010; mas subiu 2,9% contra dezembro de 2009. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE, que divulgou a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do mês passado. Na média de 2010, a população ocupada somou 22 milhões, 3,5% acima da média de 2009.

Já a população desocupada, ou seja, sem emprego, foi de 1,3 milhão de pessoas em dezembro de 2010, o que representa uma queda de 0,8% na comparação com novembro do ano passado e recuo de 21,4% contra dezembro de 2009. A média de desempregados em 2010 foi de 1,6 milhão de pessoas, 15% a menos da média de contingente de desocupados registrado em 2009.

Ainda segundo o instituto, o número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado foi de 10,5 milhões de pessoas em dezembro do ano passado, o que representa uma estabilidade ante novembro de 2010; e uma elevação de 8,1% ante dezembro de 2009.



Compartilhe:

<< Voltar