Déficit em conta no governo Lula foi 70,5% menor

Veículo: Estadão
Seção: Economia
Página:

Déficit em conta no governo Lula foi 70,5% menor BRASÍLIA - O governo de Luiz Inácio Lula da Silva terminou com um déficit externo menor e um ingresso de investimento estrangeiro direto (IED) maior na comparação com o governo anterior. Dados do Banco Central (BC) apresentados hoje mostram que, nos oito anos do governo petista, o déficit de transações correntes somou US$ 54,977 bilhões. O valor foi 70,5% menor que o observado nos dois mandatos de Fernando Henrique Cardoso, quando o rombo das contas externas somou US$ 186,164 bilhões. A conta corrente do balanço de pagamentos representa uma medida ampla das relações do País com o restante do mundo. A conta inclui dados das relações comerciais, das transferências de recursos e das viagens internacionais, entre outros. No caso do ingresso de IED, a entrada de dólares foi maior. De 2003 a 2010, a conta registrou ingresso de US$ 216,231 bilhões. O valor foi 32,3% maior que os US$ 163,450 bilhões observados nos oito anos do governo de FHC.