Para Goldman Sachs, Ibovespa deve alcançar 85.500 pontos

Veículo: Brasil Econômico
Seção:
Página:

Para Goldman Sachs, Ibovespa deve alcançar 85.500 pontos "Estaremos mais propensos a preferir o Brasil [ao México] quando esses riscos forem digeridos", aponta o Goldman Sachs O banco americano acredita em desempenho positivo em 2011, com um potencial de ganho de 20%. Mas há obstáculos. No contexto de dificuldades, o relatório divulgado pelo Goldman Sachs cita: a elevação da taxa básica de juro, outras medidas estatais de controle do crédito, e a possibilidade de medidas heterodoxas visando frear a alta do real. "Atualmente estamos neutros entre Brasil e México, mas estaremos mais propensos a preferir o Brasil quando esses riscos forem digeridos." No relatório, assinado por Stephen Graham e Alexander Kazan, também consta a aposta em um desempenho acima da média para os papéis relacionados ao mercado de commodities, devido a um cenário de maiores taxas de juros e maior inflação. Mineração Já o Morgan Stanley revisou para cima o preço-alvo dos papéis da Vale. Para o banco, a mineradora brasileira oferece uma combinação única de volumes de minério de ferro e preços elevados, além da exposição aos mercados de cobre, carvão e níquel. Com isso, o preço-alvo para os recibos de ações da Vale negociadas em Nova York subiu de US$ 38 para US$ 44. A elevação pode repercutir sobre os papéis da companhia no mercado nacional. O relatório divulgado pelo banco é assinado por Carlos de Alba, Bruno Montanari e Alfonso Salazar.