Tesouro americano conclui participação no Citigroup

Veículo: Folha de São Paulo
Seção: Mercado
Página:

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos anunciou na noite desta segunda-feira (6) que saldou sua participação no Citigroup ao vender as últimas ações comuns ao preço unitário de US$ 4,35, abaixo do preço de cotação do fechamento do mercado (US$ 4,45), por um total de US$ 10,5 bilhões. O Tesouro havia iniciado a retirar capital do banco no início de 2010, um ano depois de ter adquirido 7,7 bilhões de ações comuns por um preço unitário de US$ 3,25, em troca da conversão de US$ 25 bilhões de ações preferenciais. Globalmente, o conjunto dos títulos foi vendido a um preço médio de US$ 4,14. O governo federal americano colocou US$ 45 bilhões no Citigroup para salvar o banco no fim de 2008 e início de 2009, no auge da crise financeira provocada pela falência do Leham Brothers. No dia 30 de setembro, o governo anunciou que tinha certeza de que a saída do Citigroup implicaria um benefício para os contribuintes, pois naquela data já havia recuperado US$ 41,6 bilhões do investimento.