Kirchner questiona moeda única no Mercosul

Veículo: DCI
Seção:
Página:



Fernando Teixeira

O ex-presidente argentino Néstor Kirchner, que atualmente é secretário-geral da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), levantou dúvidas ontem sobre a criação de uma moeda comum na região. "É muito difícil lidar com uma crise internacional, como na comunidade europeia, se os países não têm a mesma economia, os mesmos sistemas", disse ele ao ser questionado sobre o potencial da América Latina adotar um regime de moeda única.