Economia brasileira avança 8,8% perante 2º trimestre de 2009

Veículo: Valor Econômico
Seção:
Página:


Juliana Cardoso | Valor

RIO - A economia brasileira apresentou crescimento de 8,8% no segundo trimestre de 2010, no confronto com igual período do ano anterior. O valor adicionado a preços básicos subiu 8,2% e os impostos sobre produtos aumentaram 12,6%.

Vale notar que, entre janeiro e março, em comparação a período correspondente do calendário anterior, o Produto Interno Bruto (PIB) avançou 9%.

Dentre as atividades econômicas, o IBGE mostrou um aumento de 13,8% na Indústria entre abril e junho, ante um ano antes, de 11,4% na Agropecuária e de 5,6% em Serviços.

Do lado da demanda, o consumo das famílias teve incremento de 6,7%, a 27ª variação positiva consecutiva nessa comparação, e o do governo aumentou 5,1%. A formação bruta de capital fixo apresentou acréscimo de 26,5%, o maior crescimento desde o início da série histórica, em 1996, notou o IBGE.

O levantamento trouxe ainda que as exportações registraram alta de 7,3% e as importações apresentaram elevação de 38,8%.

"A valorização cambial ajuda a explicar o maior crescimento relativo das importações, e os produtos que mais contribuíram para esse resultado foram siderurgia; refino do petróleo e petroquímicos; veículos; têxteis; borracha; equipamentos eletrônicos; extrativa mineral; e material elétrico", observou o IBGE.

(Juliana Cardoso | Valor)