Notícias

FEMATEX comemora sucesso da primeira edição

Evento contou com visitação qualificada de 6.000 profissionais
 
A primeira edição da Fematex – Feira Internacional de Materiais para a Indústria Têxtil e de Confecção,realizada entre os dias 25 e 28 de março de 2008, em Blumenau (SC), apresentou lançamentos e informações para a coleção verão 2008/2009 e um preview do alto-verão 2009 e foi visitada por cerca de 6.000 profissionais do Brasil e do exterior. O evento é promovido pelo SINTEX – Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau e organizado pela Vale Feira & Eventos, empresa também de Blumenau. A feira contou com o apoio da ABIT – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção. Com o conceito “A moda não tem fronteiras”, a Fematex reuniu empresas nacionais e internacionais que se diferenciam no desenvolvimento de produtos e serviços direcionados ao setor.
 
 A próxima edição da Fematex será realizada entre os dias 03 e 06 de fevereiro de 2009.
 
A Fematex representa uma oportunidade única no mercado brasileiro para os profissionais da área conhecerem, em um só lugar, os mais modernos conceitos em fios especiais, tecidos, aviamentos, estamparia, bordados, químicos, tecnologia e serviços com o objetivo de aumentar o valor agregado da indústria de confecção e de tendências da moda.
 
Ulrich Kuhn, presidente do SINTEX, declara: “O Brasil possui o maior parque industrial da cadeia têxtil da América Latina e é estrategicamente muito importante a realização de um evento integrado, como a Fematex, para atender aos profissionais que atuam nas áreas de criação e desenvolvimento de produtos. O resultado da primeira edição foi bastante positivo, com uma visitação qualificada que confirma a importância do evento para a indústria têxtil”.
 
Durante o evento, foi apresentada a imprensa e empresários a recém-criada Frente Parlamentar da Indústria Têxtil com a presença da senadora Ideli Salvatti; dos deputados federais Rodrigo Rocha Loures; Décio Nery de Lima e Carlito Meers; do deputado estadual Jean Kuhlmann; do prefeito de Blumenau, João Paulo Kleinubing; do Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Paulo França; outras autoridades regionais, representantes de entidades empresariais de Santa Catarina; do presidente do Sintex, Ulrich Kuhn, e do diretor-superintendente da ABIT, Fernando Pimentel.
 
A senadora Ideli Salvatti, destacou: “O setor da indústria têxtil é um dos mais antigos no país, tem presença marcante em vários estados brasileiros, gera 1,7 milhão de empregos diretos – e aproximadamente 6 milhões de indiretos -, emprega mulheres e oferece o primeiro emprego; é um setor que, se oferecermos políticas específicas, pode responder rapidamente, assim como na construção civil”. A meta será, através da Frente Parlamentar, estimular a geração, nos próximos três anos, de até 1 milhão de empregos diretos.
 
Centro de informações interativo
 
A Fematex funcionou também como um centro de informações interativo para os visitantes, destacando o “Fórum de Tendências” que apresentou toda a gama de cores temáticas do verão 2008/2009 e uma amostra dos principais lançamentos de cada empresa expositora.
 
Os temas apresentados no “Fórum de Tendências” para o verão 2009 são: Infusão; Emoção; Reflexão e Revitalização. No Infusão  predominam os claros, amarelos e laranjas, remetendo às influências orientais e aos metais niquelados. Os rosas e violáceos ganham destaque no tema Emoção, resgatando o romantismo dos florais. Reflexão vem com o verde-água, os azuis e jeans, colocando em pauta a profundidade dos oceanos e mostrando os acabamentos diferenciados do denim. Finalmente, Revitalização traz os marrons, os cáquis e os verdes, nos transportando para uma floresta paradisíaca.  Os clássicos preto e branco também marcam presença.
 
Como mote não apenas da temporada, mas da moda em si, as questões quanto ao meio ambiente se tornam imprescindíveis. “Longe de ser uma barreira, o respeito pelo meio ambiente orienta e estimula a criatividade”, é a frase que traduz o momento.  Logo após percorrerem a área, os visitantes foram convidados a responder a uma pesquisa indicando quais os temas e as cores de sua preferência, assim como a impressão que tiveram do espaço
 
Complementando as informações para os compradores, o “Espaço Informação, Moda e Negócio” apresentou uma programação de palestras sobre tendências e lançamentos dos expositores, enfocando moda e negócios. Algumas palestras foram sucesso de público reforçando a importância da informação para o segmento.
 
A Fematex,em parceria com as empresas Operacional Têxtil, Tecnoblu e Silmaq, apresentou aos visitantes, em um Lounge especial, a macro-tendência ExtraOrdinary, que resgata a importância da simplicidade, do site de pesquisa de comportamento e moda WGSN.
 
Opinião dos expositores
 
A gerente comercial da Automatisa, Joana de Jesus, destaca a importância do evento e a qualificação do público: “Foi importante participar da Fematex para ser visto, pois a última feira de maquinário foi realizada em 2006. Os visitantes do evento são qualificados e todos falaram que a feira foi bem divulgada na região. A Automatisa fechou diversos negócios durante o evento.”
 
Para o diretor comercial da Canatiba, Fábio Covolan, “a feira foi bem organizada e bonita. O setor de denim foi o de maior presença nesta primeira edição”.
 
O analista de marketing da Cedro, Hermelindo Mascarenhas, declara:”A participação da Cedro na Fematex correspondeu às expectativas pois substituiu o showroom que a empresa realizaria em Blumenau. A visitação foi qualificada”.
 
“A participação da Renaux Blue Label na Fematex foi positiva na questão institucional, da imagem da marca. A visitação da feira é qualificada e recebemos visitantes regionais e também de outros países como Dubai, Irã e Paraguai”, declara o gerente nacional de vendas da Renaux Blue Label, Mauro Albuquerque.
 
Loraine dos Santos, gerente de vendas da Goods of Desire, reforça a importância da participação institucional na Fematex: “A participação é importante, pois o evento foi visitado por profissionais de todo o país e também do exterior, como países árabes e Colômbia”. E completa: “Se fecharmos negócios com 5% dos contatos realizados durante a feira, já será ótimo”.
 
Para Clésio Conte, gerente comercial da RenauxView, “a participação no evento foi importante para mostrar ao mercado regional – prioritário para a marca – a nova RenauwView. O resultado foi dentro do esperado com contatos com clientes em potencial e a divulgação de novos produtos”.
 
Segundo Eliana Zimmermann, representante regional da Santana Textiles, “a Fematex tem tudo para dar certo; podem explorar mais o segmento de lavanderia e tinturaria e o ciclo de palestras foi muito bom”.
 
Gilson Carlos Manske, diretor administrativo da Metalnorte, declara “A visitação da feira é qualificada e recebemos visitantes do Uruguai, além de todo o Brasil. Movimentamos negócios em torno de R$ 200 mil, que, para uma primeira edição, é um resultado excelente”.
 
Evolução e integração
 
A Fematex foi planejada dentro do processo de evolução da “Texfair - Feira Internacional da Indústria Têxtil”, também promovida pelo SINTEX e organizada pela Vale Feiras & Eventos. Com sua 9ª edição agendada para acontecer de 27 a 30 de maio de 2008, reunindo expositores dos segmentos de cama, mesa, banho, vestuário, malharia e decoração, a Texfair está consolidada como o mais importante evento do setor na América latina. É um centro de referência de moda e tendências e reúne as mais expressivas marcas do setor e as maiores confecções do País.
Números do setor têxtil
 
Segundo dados da ABIT, com um faturamento estimado em 2007 de US$ 34,6 bilhões, a indústria têxtil e de confecções deve registrar um crescimento de 4,85% em relação a 2006. Deste total, as exportações correspondem a US$ 2,4 bilhões. O setor é o segundo maior empregador da indústria de transformação, totalizando 1,7 milhão de empregados. São cerca de 30 mil empresas, que colocam o Brasil como o sexto maior produtor têxtil do mundo, representando 3,5% do PIB total brasileiro. Os investimentos em máquinas, equipamentos, tecnologia, design e pesquisa têm gravitado em torno de US$ 1 bilhão/ano.
 
A segmentação da cadeia têxtil brasileira realizada pelo IEMI – Instituto de Estudos e Marketing Industrial, em 2006, aponta para um total de 383 fiações, 593 tecelagens, 2.421 malharias e 723 empresas de beneficiamento; entre os produtos confeccionados, são 18.884 fábricas de vestuário, 1.157 da linha lar, 1.101 de meias e acessórios e as demais de outros produtos.
  
Sobre o SINTEX
 
Fundado em 1952, o SINTEX tem sua história intimamente ligada ao desenvolvimento da cidade de Blumenau e da região do Vale do Itajaí (SC), integrando as indústrias de toda a cadeia têxtil e promovendo uma fértil troca de conhecimento e experiências que resulta em importantes conquistas nos planos econômico, político e social. Antecipando as necessidades para garantir maior competitividade e conquistar novos mercados, o SINTEX vem investindo na realização de feiras, congressos e eventos de expressão internacional – entre os quais se destaca a “Texfair” e agora o lançamento da “Fematex” -, tornando o Sindicato uma referência de inovação em gestão sindical no país. Os eventos são organizados pela Vale Feiras e Eventos, empresa contratada pelo SINTEX especialmente para este fim.
 
 
     
 
 
Informações para a imprensa:
Persona Consultoria de Comunicação
Jornalista Responsável: Ana Cristina de Souza – mtb 18.367
Contatos: Suzana Elias Azar e Lu Tavares
Fones: (11) 5531.8958 e 5531.1006
 
 
 


Compartilhe:

<< Voltar