Com homens mais vaidosos, mercado de roupas masculinas est? em expans

Veículo: Info Money
Seção:
Página:

  

 
Os homens brasileiros estão mais vaidosos e preocupados com a aparência. A escolha da roupa passou a ser tão importante quanto à do carro. Pesquisa realizada recentemente pela Nielsen Co. mostrou que quase três quartos dos consumidores mundiais sentem que a pressão social por aparência é muito maior atualmente do que na geração de seus pais. Processo de mudança O aumento da vaidade masculina vem ocorrendo desde 1994, quando começaram a chegar ao Brasil as grandes marcas internacionais de artigos para homem. A Mont Blanc, de São Paulo, é a loja com o maior índice de venda por metro quadrado de toda a rede mundial. Aumento das compras O mercado de moda masculina está em plena expansão. Muitos profissionais do setor têxtil confirmam que os consumidores, em geral, estão cada vez mais antenados na questão da moda. Os homens tinham uma freqüência de ida às compras de apenas duas ou três vezes ao ano. 'Hoje, as visitas dos meus clientes à loja já são três vezes maior que esse número', afirmou Carlos Aziz, da Woodlouse, loja de roupas voltadas para executivos. Mercado quente Dados de uma pesquisa realizada pelo IEMI (Instituto de Estudos e Marketing Industrial) mostram que, em 2006, a produção total de roupas masculinas foi de 2.390.575 bilhões. A Y/Man, antiga Yachtsman, tem como meta terminar o ano com um crescimento de cerca de 10% em relação a 2006, segundo o sócio e diretor-financeiro da marca, Marcelo Abrão. Já a Paramount, maior produtora de fios de acrílico e lãs da América do Sul, preferiu abrir uma sofisticada loja na região dos Jardins, em São Paulo.